Economia

ENTENDA A QUEDA DOS PREÇOS DO PETRÓLEO E SEUS EFEITOS

https://g1.globo.com/economia/noticia/2015/01/entenda-queda-do-preco-do-petroleo-e-seus-efeitos.html 

  

Autonomia do Banco Central pode tirar poder do presidente da República? Entenda

Por Wanderley Preite Sobrinho - iG São Paulo          

 

Polêmica na campanha eleitoral, autonomia do BC causa mais perguntas que respostas: Os bancos vão mandar na economia? Juros altos causam desemprego? Confira as respostas

Defendida por Marina Silva (PSB), vista com bons olhos por Aécio Neves (PSDB) e rejeitada por Dilma Rousseff (PT), a aprovação de uma lei dando autonomia ao Banco Central (BC) não saiu do noticiário na última semana. O tema, controverso, respingou até na educadora Neca Setubal, herdeira do banco Itaú e apoiadora de Marina. Polêmicas eleitorais à parte, o que significa dar liberdade ao Banco Central?

Economia: Dilma mantém desenvolvimentismo e Marina flerta com liberalismo

Para que serve o Banco Central?

O BC é um órgão subordinado à Presidência da República que cuida do controle da inflação. Ele eleva a taxa de juros para baixar a inflação e a reduz para aumentar a atividade econômica, o que pode causar aumento de preços. "Uma economia aquecida e com baixa inflação é o que se tenta alcançar", explica o professor de economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e PUC-SP Fábio Gallo Garcia. A outra função do BC é cambial: poupa-se moeda estrangeira para influenciar a cotação do dólar. "Se a moeda americana sobe muito, facilita as nossas exportações. Se cai, as importações disparam”, detalha Roy Martelanc, professor de economia da USP.

Como funciona nos países em que o BC é autônomo por lei?
Nos Estados Unidos, o Congresso Nacional estabelece objetivos para o Fed – seu BC – , como manter o pleno emprego e a inflação baixa, mas não fixa índices. Já na União Europeia, é o próprio Banco Central Europeu (BCE) quem decide as prioridades e até a meta da inflação que precisa alcançar. “O modelo alemão foi a inspiração para o banco europeu”, diz Garcia.

Como é no Brasil?

Valter Campanato/ABr

 

Alexandre Tombini, presidente do Banco Central

A autonomia sugerida por Marina torna lei uma norma já praticada desde o governo Fernando Henrique Cardoso: o governo define a meta de inflação (hoje em 4,5%) e o Banco Central tem liberdade para manipular a taxa de juros para cumprir o objetivo. O assunto entrou na campanha eleitoral deste ano porque a oposição acusou a presidente Dilma de forçar o BC a derrubar os juros para evitar o aumento do desemprego, o que ela nega. "É perigoso manter a independência do banco durante tensões sociais que podem nascer da própria política monetária", alerta o economista Luiz Gonzaga Belluzzo, da Universidade de Campinas (Unicamp).

 

Com essa lei, o presidente da República vai entregar o controle da economia ao mercado financeiro?


Para quem defende essa tese, o governo federal precisa ter poder sobre a política de inflação, porque o presidente e o Congresso foram eleitos pela população. Entregar essa responsabilidade ao Banco Central seria dar força demais a burocratas sem voto. Para Belluzzo, a economia europeia entrou em colapso no final de 2007 porque confiou demais na política monetária. "Em nome das metas, a instabilidade correu solta até que fosse tarde demais. Depois da crise apareceram muitas críticas à autonomia do BCE." Quem é contrário lembra que ainda caberá ao ministro da Fazenda decidir as regras para o BC seguir, como o índice para a meta de inflação. "O governo também pode formular a politica industrial e tributária. Poderá criar leis trabalhistas, fazer reforma fiscal", enumera o professor da FGV. "A promessa é que a independência legal impede o uso político do Banco Central."

O presidente da República vai poder demitir o presidente do BC?

Não. Uma das regras para a independência do Banco é que seu presidente e diretoria tenham mandatos fixos, como no Fed, onde seus membros ficam dois anos no comando. Esse prazo daria segurança contra intervenções políticas, dizem seus defensores. Por outro lado, o presidente da República – responsável pelas indicações – e o Congresso ficariam impossibilitados de intervir em caso de crise. "Se esse pessoal começar a tomar decisão errada, ninguém vai poder tirá-los até concluído o mandato", explica o professor da USP. Já para Garcia, o presidente da República vai fazer a indicação e terá, por obrigação, "colocar alguém de ilibada reputação, de forma que o mercado não possa influenciar".

Leia mais: Marina troca discurso antipetróleo por pré-sal após crítica de Dilma

Juro alto causa desemprego?


Para o professor Garcia, quanto maior a taxa, maior a chance de subir o desemprego, porque os investimentos são inibidos. "O empresário que vai comprar uma máquina não tem projeção de vendas para pagar o financiamento. Então ele não compra a máquina e não contrata. O desemprego aumenta, o consumo cai e a recessão chega." Martelanc explica que, quanto mais se poupa, mais fria se torna a economia. "Se baixa os juros, a economia aquece, mas se passa do ponto, vira inflação."

Recorte do site G1

 

·                            

 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

Portais de com informações em educação financeira e finanças pessoais:

Instituto Brasileiro de Certificação de Profissionais Financeiros - IBCPF

www.ibcpf.org.br

Instituto Nacional de Investidores – INI

www.ini.org.br

Portal de educação financeira da ANBID

www.comoinvestir.com.br

Portal de educação financeira da CVM

www.portaldoinvestidor.gov.br

Portal de educação financeira do Governo Brasileiro

www.vidaedinheiro.gov.br


Relação de sites:

Site: lista vagas de emprego perto de casa

easyemprego.com.br/lista-vagas/

 

Revista: Isto é dinheiro 

www.istoedinheiro.com.br/assunto/5_ECONOMIA/

www.istoedinheiro.com.br/blogs-e-colunas/coluna/6_PODER

 

Instituições do Sistema Financeiro Nacional no Brasil:

 

Conselho Monetário Nacional

www.fazenda.gov.br/portugues/orgaos/cmn/cmn.asp

Banco Central do Brasil

www.bcb.gov.br

Comissão de Valores Mobiliários

www.cvm.gov.br

Superintendência de Seguros Privados - SUSEP

www.susep.gov.br

Superintendência Nacioonal de Previdência Complementar - PREVIC

gruprevic.previdencia.gov.br

 

 

Sites importantes e interessantes no Brasil:

 

Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais - que resultou da fusão:
Associação Nacional de Bancos de Investimento (ANBID) e Associação Nacional das Instituições do Mercado Financeiro (ANDIMA)

www.anbima.com.br

 

Associação Nacional dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais

www.apimec.com.br/
 

Associação Brasileira das Companhias Abertas - ABRASCA

www.abrasca.org.br

Associação Brasileira de Private Equity & Venture Capital

www.abvcap.com.br

Associação Nacional Corretoras de Valores, Câmbio e Mercadorias

www.ancor.com.br

BM&F Bovespa - portal da "Nova Bolsa"
BM&F Bovespa - mercados BOVESPA
BM&F Bovespa - mercados BM&F

www.bmfbovespa.com.br www.bovespa.com.br www.bmf.com.br

Comissão Nacional de Bolsas

www.cnb.org.br

Comitê de Pronunciamentos Contábeis

www.cpc.org.br

Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia - CBLC

www.cblc.com.br

Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças - IBEF

www.ibefrio.org.br

Instituto Brasileiro de Governança Corporativa

www.ibgc.org.br

Instituto Brasileiro de Relações com Investidores

www.ibri.com.br

Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social

www.ethos.org.br

 

 

Relação de sites de instituições na área de seguros, capitalização e previdência no Brasil:

 

Federação Nacional das Empresas de Seguros, Previdência Privada, Saúde Complementar e Capitalização

www.fenaseg.org.br

Escola Nacional de Seguros

www.funenseg.org.br

 

Publicações importantes:

 

Folha Dirigida

www.folhadirigida.com.br

Jornal do Brasil

www.jb.com.br

Jornal do Commercio

www.jornaldocomercio.com.br

Jornal Valor Econômico

www.valor.com.br

O Globo

oglobo.com.br

Revista Brasil Rotário

www2.brasil-rotario.com.br

Tendências do Trabalho

www.tendenciasdotrabalho.com

The Economist

www.economist.com

 

 

Algumas Instituições no Brasil:

 

ABNT - Associação Brasileira de Normas Ténicas

www.abnt.com.br

Associação Comercial do Rio de Janeiro

www.acrj.org.br

Câmara de Comécio e Indústria Brasil-Alemanha (AHK)

www.ahk.com.br

Conselhos das Câmaras Portuguesas de Comécio no Brasil

www.brasilportugal.org.br

Clube de Engenharia do Rio de Janeiro

www.clubedeengenharia.org.br

Instituto Millenium

www.imil.org.br

Rotary Club Rio de Janeiro

www.rotaryrj.org.br

Rotary Club São Paulo

www.rotarysp.org.br

Governadoria Rotary Distrito 4570

www.rotary4570.org.br