RESENHA ESPORTIVA DAS OLÍMPIADAS COM O LOCUTOR, RADIALISTA, JORNALISTA MÁRCIO MIRANDA

 


Recorte:Foto do Facebook de Márcio Miranda

"Resenha de esportiva" de Márcio Miranda 

 


 

Rafaela Silva nasceu e cresceu na favela carioca da Cidade de Deus. Tinha tudo para seguir pelo caminho da marginalidade e das drogas. Mas seus pais, quando Rafaela tinha 7 anos, a inscreveram para aulas de judô no Instituto Reação, recém-montado na Cidade de Deus, pelo ex-atleta Flávio Canto. 

Nos Jogos Olímpicos de 2012, em Londres, Rafaela foi desclassificada pelos juízes na segunda rodada por um golpe ilegal. Ela se esqueceu das novas regras. Foi execrada nas redes sociais, vítima de racismo e preconceito social na internet.


Levantou a cabeça. Abriu a gaveta. Sacudiu a poeira. Deu a volta por cima.


Ainda em 2012, foi medalhista de bronze no Grand Slam de Tóquio (categoria até 63kg). Em 2013 logrou a medalha de ouro no Pan Americano de Judô e entrou para a história do Judô brasileiro ao tornar-se a primeira brasileira a se sagrar campeã Mundial, vencendo na final a americana Marti Malloy. Em Fevereiro de 2015, a atleta venceu o Grand Prix de Dusseldorf, na Alemanha, ganhando cinco lutas, quatro por ippon.

E hoje na Rio 2016, foi medalha de ouro na categoria até 57 Kg, ao vencer a rival Dorjsürengiin Sumiyaa, da Mongólia.

Hoje é campeã mundial e olímpica.

Valeu, Rafa!!!!!!

Márcio Miranda